Redução Efetiva nos Custos com Qualidade

Muito se discute sobre o custo elevado das atividades de teste e dos procedimentos que buscam garantir que um software tenha qualidade.

Devido a uma alta demanda de insatisfações na qualidade de software, as organizações têm, hoje, a difícil tarefa de melhorar o processo de desenvolvimento de software, entregando-os com qualidade, dentro de prazos e custos controlados e previamente estabelecidos e no tempo necessário para a execução de um teste de software.

 

Mas como um software adquire qualidade e quanto custa às organizações para que seus produtos atinjam um nível superior de excelência sem diminuir entregas, alterar prazos e ter equipes de teste numerosas?

Aqui está o desafio da Quallis e o apresentamos.

O custo da qualidade está escondido em algumas ações que as organizações não identificam inicialmente:

  • Inexistência de pré-avaliações do que se desenvolve;
  • Retrabalho de Equipes de Desenvolvimento;
  • Constantes Ações-Corretivas;
  • Atrasos por falhas encontradas no processo final de desenvolvimento;
  • Perdas Financeiras e Operacionais;
  • Perda de oportunidades por falhas no Software;
  • Falta de metodologias concretas de testes;
  • Falta de expertise em testes;
  • Retrabalho das equipes de desenvolvimento e testes;

 

Todas estas atividades têm um custo associado, sendo que, para que possamos calcular o custo da qualidade devemos considerar três elementos: o custo da falha, o custo da prevenção e o custo da avaliação, sendo cada um deles apresentados abaixo:

  • Custo da Falha: São custos associados com produtos defeituosos entregues ao cliente. Podemos associar a este custo os reparos, a utilização da equipe de Helpdesk, bem como, os danos causados por um defeito.
  • Custos da Prevenção: São todos os custos associados com atividades que objetivam evitar defeitos. Podemos citar treinamentos, definição de métodos e procedimentos e aquisição de ferramentas. Veja que todas as atividades do time de Garantia da Qualidade estão associadas a este custo. 
  • Custo da Avaliação: Estes são todos os custos associados com a detecção de defeitos. Neste elemento podemos citar as atividades de teste de software, tempo gasto na automação de scripts de teste, revisões e inspeções.

 

 


Uma Verdade não Entendida:

Em 1979, Glenford Myers em seu livro ‘The Art of Software Testing’ (A arte de teste de software), já apresentava o conceito no qual quanto mais cedo descobrimos e corrigimos o erro, menor é o seu custo para o projeto. Esse custo em correção de BUGS cresce 10 vezes para cada estágio em que o projeto do software avança.

Com o intuito de demonstrar a relação entre os custos e benefícios no âmbito financeiro dos testes de software, foi utilizado como referência o artigo Investing in Software Testing: The Cost of Software Quality (Investir em Teste de Software: O Custo da Qualidade de Software), publicado por Rex Black em 2000.

Estes custos são apenas referenciados, mas em uma estimativa simples:

Supomos que o custo para desenvolver um software seja o de 10.000 unidades, 80 horas e o custo total/hora seja de 12,5 unidades por hora. Agora imagine que 35% do desenvolvimento retornaram defeitos. Não estamos estimando testes pois eles são feitos pela própria equipe.

Como resultado deste cálculo, o custo de retrabalho seria igual a 13.500 unidades.

Mas para compor o valor total devemos considerar que uma avaliação completa do software seja refeita para evitar problemas, isto significa que o valor total deste projeto cresceu 135%.

 

 


 

O Custo Escondido - Confiabilidade da Marca e Sua Reputação. 

Pense agora nos custos associados à perda da imagem que a empresa possa ter em decorrência dos defeitos: ação judicial de clientes que foram afetados pelo defeito, perda de clientes, divulgação do defeito do site na mídia e o nome da marca da empresa. Quanto vale sua marca? Vamos supor que os custos associados à perda de imagem seja de 100.000 unidades . 

Nesse exemplo, o custo da não qualidade é o equivalente a 113.500 unidades. Esse montante hipotético poderia ser gasto nos testes de software, evitando que defeitos existentes estivessem presentes no ambiente de produção, e o mais importante seria investir parte desse valor nas atividades de qualidade assegurada, garantindo assim um processo que permita que os defeitos sejam identificados nas fases iniciais de desenvolvimento, e não nas suas fases finais ou pior, em ambiente de produção. Devemos pensar que qualidade sempre retorna um bom retorno do investimento (ROI). 

 

 

Home Explorar a Quallis Redução Efetiva nos Custos com Qualidade

Conectar-se Conosco

Contatos Rápidos

  • Telefone:
    (11) 96968-3567

    Comercial:
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. 

    RH:
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. 

    Quallis Training: 
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Nossa Atuação

1

Quallis, São Paulo , Brasil

2

Clientes, Houston , USA

3

Clientes, Argentina e Chile